23/04/2013

LA GONDOLA

(1940) "Conservas La Gondola" 
(Carlo Lazzara) 

Nas décadas de 40 a 60 do século passado, entre muitos armazéns de salga que existiam, havia um na Rua do Godinho, 164, que conservava o peixe pelo sal (seco e em salmoura). Era o armazém-fábrica do Sr. Carlo Lazzara, de origem italiana.

Décadas mais tarde, esta unidade fabril, passou por herança para o seu genro Sr. António Silva Serrano e sua esposa Dª. Girolima Lazzara Serrano.

Algum tempo depois, passou para o seu filho, Sr. António Carlos Lazzara Silva Serrano, que ofereceu sociedade ao Sr. Fausto Oliveira Cântara (contabilista da fábrica de conservas "Marques, Gomes & Cª, Lda." até finais da década de 70).

Por volta de 1977, houve a cedência total da firma e marca ao Sr. Fausto Cântara, que passou a produzir o mesmo ramo de salga de peixe, bem como a industrialização de anchovas, já contando com o apoio do seu filho, Sr. Paulo Dias.

Entretanto, o tipo de indústria foi reconvertido para fábrica de conservas.

(2013) A empresa resiste à crise da indústria conserveira, continuando em laboração.

2 comentários:

  1. Boa Tarde
    E fui o mais jovem industrial da Família Serrano a abandonar a Industria de Conservas de Peixe aqui em Portugal. Estava eu em plena elaboração industrial, quando fui obrigado a ir para o Ultramar. Durante a minha ausência a industria de salga de peixe sofreu algumas alterações e o período conturbado após o 25 de Abril obrigou-me a emigrar na busca de novos horizontes. Foi nessa altura que cedi a Empresa ao Sr Fausto Dias Cantara. Entretanto o seu filho Paulo, mostrou e provou capacidades de um bom gestor, ao desenvolver a "La Gondola" e contribuir até à presente data como Empresa "Premium" na qualidade dos seus produtos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um enorme obrigado pelo comentário. Um abraço.

      Eliminar