01/04/2014

ALMIRANTE AMÉRICO TOMÁS

(1961) (Arquivo vídeos históricos)

“Saído de Lisboa, no Império, deslocou-se ao Norte, para presidir a várias cerimónias, com evidência nas programadas em Matosinhos, o Sr. Almirante Américo Tomás. Ao encontro do navio, partiram para o mar, cerca de duas centenas de traineiras. Foi com esta escolta que o paquete entrou no Porto de Leixões, saudado pelas sirenes das embarcações embandeiradas em arco.

Recepção própria, da gente do mar, prestada ao marinheiro eleito para a chefia do Estado teve espectaculosidade impressionante. O povo do concelho associou-se, ao acto festivo, juntamente com as autoridades que no cais apresentaram cumprimentos ao visitante. 

Houve a saudação regulamentar, ao Supremo Magistrado da Nação, seguida do desfile da Guarda de Honra. O presidente Américo Tomás dirigiu-se para a tribuna erguida no novo cais do Norte sob uma verdadeira chuva de flores. Presidiu a uma sessão solene e falou das principais complicações para referir a magnitude do apetrechamento do Porto de Leixões.

Usou da palavra para salientar a comitiva eminentemente nacional de Salazar, que tornou possíveis empreendimentos de vulto, e depois condecorou com vários graus da Ordem do Infante, os engenheiros Henrique Schreck, Pullman e Almeida Cunha Leal.

No fim da sessão desterrou uma lápide de granito num dos pilares da Ponte Norte após ter assistido ao desfile dos veículos do Porto.”

Sem comentários:

Enviar um comentário